domingo, 31 de outubro de 2010

Eu simplesmente não ligo!

Não ligo para o dispertador,
nem para o meu umbigo
Não ligo para o engarrafamento,
e nem para o suposto perigo
Desprezo futilidades,
mas nem pra isso eu ligo
Eu fujo dos prepotentes,
as vezes ando com os mendigos
O que temos em comum é que como eles,
para muitos eu não ligo
Tenho 'dó', dos animais, pertencentes aos demais,
aos demais sem alma e sem espirito,
para isso, confesso, eu ligo
Não é displicência, nem inconsequência,
é paz, é calma, é acompanhar a vida sem pedir licença
É entender que o amor e a essência são como um beija-flor escondido,
não posso fazer nada diante do que considero invisível
Eu simplesmente não ligo.

Suellen Raiana


4 comentários:

  1. Esta certissima em nao ligar para muitas coisas...devemos dar prioridades para o que é realmente importante

    o resto é resto

    http://italoopensador.blogspot.com/

    xD

    ResponderExcluir
  2. É, é um ótimo ponto de vista a ser seguido.

    ResponderExcluir

Meus comentários: